Longevidade e saúde com Ayurveda

Quanto anos você tem? Menos de vinte? Trinta, quarenta, mais de cinqüenta? Seja como for, já pensou em como você estará daqui a dez anos, vinte anos? Como estará sua saúde, sua qualidade de vida? Ou você não pensa nisso? É claro que pensa ou não estaria lendo este guia ou nem o título desta matéria o atrairia. Pois bem: o que você tem feito, então, para preservar e promover a sua saúde? O que tem feito para planejar uma vida longeva e saudável? Você tem um plano de saúde?

Não estou me referindo aos ditos "planos de saúde" convencionais, aos montes no mercado e que são verdadeiros planos de doença. Sim, planos de doença, pois quem os contrata está, no mínimo, planejando adoecer, precisar de hospitais, UTIs, cirurgias, etc. Estou falando de verdadeiros planos de saúde, aqueles que fazemos quando planejamos estar e continuar saudáveis, em equilíbrio dinâmico nos aspectos físico e mental. Destes verdadeiros planos de saúde, você tem um? Pois bem, independente da sua idade, está na hora de realmente concretizar o seu plano de saúde individual ou familiar. Tendo assim decidido, então a quem consultar, a que ciência recorrer?

Quando se fala em prevenir doenças, muitas ciências despontam, mas quando se fala em promover saúde, em conquistar níveis progressivamente mais altos de equilíbrio físico, mental e energético, então, temos poucas opções. Podemos contar com a homeopatia, com a medicina tradicional chinesa, com a acupuntura, com a fitoterapia, dentre outras práticas holísticas de saúde. Mas eu quero aqui chamar a sua atenção para uma ciência que dedica a maior parte de suas especialidades em preservar e promover a saúde: o Ayurveda, o milenar sistema indiano de medicina.

O Ayurveda, do alto de seus 5.000 anos de história e confirmação científica, vem ganhando cada vez mais adeptos em todo o mundo exatamente por sua eficácia em nos proporcionar instrumentos para a promoção da longevidade com saúde. Por meio do equilíbrio e harmonia das funções vitais e dos movimentos energéticos do complexo mente-corpo, o Ayurveda nos oferece a oportunidade de retardar o processo de envelhecimento precoce. Para cumprir tais objetivos e metas, o Ayurveda descreve métodos, hábitos de vida e de conduta, regimes alimentares e plantas medicinais eficazes e de fácil aplicação. Muitas das plantas consideradas "adaptógenas" ou "drogas inteligentes" (smart drugs), que podem ser descritas como plantas que ativam o sistema auto-regulador do complexo mente-corpo e que estimulam as forças curativas do organismo, são de origem ayurvédica. A título de ilustração, podemos citar, dentre essas plantas, a Bacopa Monieri, conhecida pelo nome em sânscrito Brahmi, que estimula as funções do sistema nervoso central, regula o funcionamento neuronal, ativando a memória, a concentração, a capacidade de leitura e o aprendizado.

Vários são os casos descritos de pessoas com déficit dessas funções acima mencionadas, seja por excesso de trabalho ou por doenças prolongadas, que recuperam a capacidade de estudar e aprender, de memorizar e recordar. Outro exemplo é a famosa Hidrocotille Umbellata, planta conhecida da Índia como Mandukaparni e no Brasil comoAacariçoba, que é reverenciada por sua ação reguladora sobre o cérebro, atuando como um suave calmante natural, pacificador dos estados de ansiedade e agitação mental, o que reduz o impactos dos efeitos do estresse sobre o corpo e a mente. Podemos lembrar ainda do Tribulus Terrestris, ou Gokshura para os indianos, uma planta que ganhou o mundo e a ciência moderna por suas ações sobre a vitalidade hormonal, a libido e energia vital. Usada para aumentar as taxas de testosterona, o hormônio da libido, produz disposição física e mental para o trabalho e para a atividade sexual, mesmo em pessoas onde essas funções se encontram muito prejudicadas. Temos que falar ainda da Withania Somnifera, conhecida em todo o mundo com Aswagandha, planta medicinal com efeito tônico e revitalizante, por isto apelidada de Ginseng Indiano, que é usada por diversas indústrias de fitoterápicos por suas ações antioxidantes e rejuvenescedoras.

Poderíamos nos prolongar muito citando outros exemplos de plantas tridoshas (que harmonizam os três doshas, ou funções vitais) e as rasayanas (que nutrem os tecidos e conferem vitalidade) mas não é este o objetivo aqui.  Além das plantas medicinais, o Ayurveda coloca grande ênfase nas orientações quanto aos hábitos de vida saudáveis e alimentação equilibrada como instrumentos fundamentais para a harmonia do complexo mente-corpo, ou do chamado sistema tridosha.

Conhecer o Ayurveda é uma missão indispensável para todos os que buscam auto-conhecimento e longevidade com saúde, assim para todos os que atuam profissionalmente como instrumentos nesta matéria. O conhecimento holístico festeja quando chegam ao seu seio os conceitos milenares e sábios da ciência védica, que encantam pela sua simplicidade e profundidade, duas qualidades inseparáveis. Assim, minha dica amiga é que você busque conhecer, pesquise, leia, aprenda e coloque em prática dentro do seu verdadeiro plano de saúde os conceitos ayurvédicos de longevidade com saúde, enquanto é tempo, mas sem se preocupar, porque sempre é tempo.

Danilo Maciel Carneiro é médico, homeopata, mestre e doutor em Ciências da Saúde (UFG/GO), Especialista em Ayurveda pela parceria ABRA-AVP India, Diretor Técnico do Hospital de Medicina Alternativa do Estado de Goiás, Diretor Científico da Associação Brasileira de Ayurveda (ABRA) e autor do livro "Saúde e Longevidade na Tradição Milenar da Índia"