Marmaterapia

O ponto marma é definido como o encontro anatômico de músculos, veias, artérias, tendões, ossos e articulações. Quando existe algum tipo de trauma em algum desses marmas, bloqueios de energia surgirão e o corpo físico poderá responder com dores ou outros tipos de desarmonias.

Em todo o corpo existem 107 marmas, que são divididos da seguinte forma: 11marmas referentes aos músculos, 41marmas veias e arteiras, 08 marmas referentes aos ossos, 27 marmas referentes aos tendões, 20 marmas nas áreas vulneráveis.

Um trauma como uma batida ou um corte em uma parte do corpo que exista um marma, pode proporcionar, dores nos músculos ou uma anemia, por exemplo. A força da vida ou energia vital de acordo com a ciência do ayurveda depende do bom funcionamento dos pontos marmas.

Para harmonizar estes pontos propriamente o ayurveda recomenda massagens com pressões proporcionais para que estes pontos vitais voltem funcionar normalmente. Os movimentos em cada ponto, que será definido através de um diagnostico ayurveda, deverão ser realizados com perícia, por um terapeuta especialista neste tipo de terapia. Os marmas quando trabalhados indevidamente podem proporcionar mal-estar ou até mesmo promover um total desequilíbrio no corpo físico.

Na índia antiga os experts em ayurveda usavam os pontos marmas para promover anestesia local e assim realizar uma cirurgia. Assim sendo, fica claro que estes pontos têm neles um grande poder sobre a consciência.